Você sabe como funciona um coworking?

Alugar um escritório e manter suas despesas fixas mensais, muitas vezes pode ser caro e pouco interessante, principalmente quando se trata de novos negócios no qual há muita incerteza sobre o seu futuro. É nesse contexto que os coworkings vem crescendo cada dia mais, oferecendo oportunidades incríveis para todo tipo de negócio e normalmente em endereços nobres – onde seria praticamente inviável um novo negócio se estabelecer sem um volume considerável de investimento e aluguel mensal.

Coworkings são locais que possuem boa estrutura para trabalho, compartilhados por empresas e empreendedores e acabam sendo um ótimo lugar para quem não possui um escritório fixo se estabelecer e trabalhar no dia a dia. Você poderá receber os seus clientes, em salas bem estruturadas e equipadas, com projetor, ar condicionado, internet e até um cafezinho. Além disso, costuma ser muito mais fácil fazer networking com outros profissionais ao utilizar um coworking.

Caso você esteja abrindo um novo negócio, poderá contar com um coworking para ser seu endereço fiscal e comercial, ou seja, abrir a sua empresa no mesmo endereço do coworking. A maioria dos coworkings hoje em dia oferecem este serviço, e é bem mais em conta do que alugar um escritório somente para o seu negócio. Entenda as principais diferenças entre os serviços mais comuns oferecidos pelos coworkings:

  • Endereço comercial: É o serviço mensal que os coworkings costumam oferecer para que você use o endereço do cowoking de forma comercial no seu negócio, ou seja, em cartões de visitas, site, redes sociais e etc. Costuma ser entre R$ 100 e R$ 300.
  • Endereço fiscal: É o serviço mensal que você precisa contratar do coworking para estabelecer a sua empresa naquele endereço, ou seja, abrir ou transferir a sua empresa para lá. Costumam ser entre R$ 100 e R$ 300 e na maioria dos casos, tem um valor mais interessante quando contratado junto com o serviço de Endereço Comercial.
  • Diária: É quando você precisa utilizar por 1 dia o coworking em área compartilhada. Costumam ser entre R$ 35 e R$ 100 nos principais coworkings do Brasil;
  • Estação de trabalho fixa: costuma ser um serviço contratado com valor mensal para que a sua mesa fique ali sendo utilizada somente por você ao longo do mês, sem precisar ficar trocando de mesa. Os preços aqui variam bastante de coworking para coworking, mas costumam ser a partir de R$ 700 mensais.
  • Sala de reunião: existem diversas configurações, salas para 3 pessoas, 5, 10 e até mesmo salas enormes para treinamento. Costumam ter toda a estrutura necessária para receber os seus clientes ou fazer reuniões com a sua equipe; Os preços são a partir de R$150,00

Além dos serviços mais comuns acima, os coworkings costumam oferecer pacotes que muitas vezes misturam um pouco de cada coisa. Em alguns casos, chegam a oferecer (por um valor um pouco mais alto) salas privadas (estúdios) dentro do coworking, que normalmente são utilizados por negócios mais bem estabelecidos.

Pensou que era só isso? Na-na-ni-na-não! Tem mais… 😅

Alguns coworkings (não muitos) oferecem serviço de telefonia com um número de telefone fixo exclusivo para o seu negócio. Neste caso, os atendentes costumam seguir todo o script de atendimento que você informa no ato da contratação, e atendem aos telefonemas dos seus clientes de forma personalizada falando o nome da sua empresa, por exemplo: “Aline, Vértice Digital. Bom dia! Em que posso ajudar?”. Normalmente as ligações são transferidas para você mesmo ou seus colaboradores, através do número de celular ou pelo telefone que você cadastrar lá no ato da contratação.

E aí, como vocês têm trabalhado? Já utilizam coworkings?